Três anos a mudar vidas!


Há três anos, por volta da hora de almoço, estávamos na Rua Joaquim António de Aguiar, na conservatória, a registar a Associação Surf Social Wave. Este dia, 5 de abril de 2017 tinha sido o corolário de muitos meses de trabalho. Desde agosto de 2016, a primeira vez de escrevi a ideia num Power Point tinha percorrido um caminho que começou comigo, mas foi juntando pessoas, ideias e motivações. O nosso desafio foi - desde o princípio - perceber onde poderíamos estar errados, onde não estávamos a ver os obstáculos, o que podia correr mal. Confesso que a aceitação do projeto pelas inúmeras pessoas com quem nos reunimos ao longo deste tempo de quase nove meses, foi-me deixando confiante de que tínhamos uma boa ideia, mas também preocupado porque ninguém nos identificava potenciais problemas.

No dia 5 de abril, éramos cinco pessoas na conservatória, mas nove envolvidas com o projecto. Era uma equipa multidisciplinar que queria fazer a diferença na vida dos outros. Partimos seguros da nossa missão.

Três anos depois, muitas coisas se passaram.

Ainda em 2017 começamos a trabalhar com três segmentos de pessoas em situação de exclusão (crianças, jovens e adultos). Ao fim de um ano, percebemos que era demasiado para a nossa capacidade financeira. Não tínhamos conseguido encontrar parceiros que nos ajudassem financeiramente e por isso fizemos nesse primeiro ano um esforço pessoal para corresponder às expetativas dos nossos participantes, mas reconhecemos que teríamos de optar por um segmento. Ditou o mercado que a escolha recaísse sobre os adultos em situação de desemprego. Tínhamos aprendido no primeiro ano algumas lições importantes. Sem receios, decidimos que queríamos envolver mais ainda a Câmara Municipal de Cascais, nosso parceiro desde o princípio e desenvolver um piloto dentro dos moldes que tínhamos desenhado com as aprendizagens que já tínhamos.

Em janeiro de 2019 nasceu o Programa Surf para a Empregabilidade, desenhado de raiz, arrojado o programa tinha 4 momentos e durou nove semanas. Voltamos a tirar muitas lições, mas percebemos que estávamos no caminho certo e depois de prepararmos melhor o programa em Outubro levamos a cabo uma nova edição, desta vez com seis semanas.

Mas foi em 2020 que começamos o programa como desejamos desde o princípio: dentro de um centro de conhecimento, a NOVA SBE, com os parceiros certos, Randstad, Câmara Municipal de Cascais, Way Beyond, IC Power, Soul of Pi, Billabong, Sushi at Home, e como sempre, com um grupo de participantes motivados. Ditou o destino que já no fim do programa fossemos levados ao distanciamento social e hoje estamos mais uma vez a reinventar o Programa Surf para a Empregabilidade dentro do contexto da Pandemia que vivemos.

Queremos olhar para 2020 e dizer que conseguimos transformar “limões em limonada”, por isso vamos abrir na próxima semana as inscrições para a 5ª Edição do Programa Surf para a Empregabilidade que terá tudo menos surf. Será online, mais curto e com novos desafios para a Associação Surf Social Wave e para os participantes e parceiros. Este é um momento de ajuda, o desemprego é uma realidade difícil e um problema que afeta realmente as pessoas e que infelizmente poderá impactar muitas mais a breve prazo.

Quero terminar este texto com uma nota muito importante, talvez a mais importante de todas para aqueles que nos ajudam a ser melhores e nos apoiam na nossa missão sempre. Em primeiro lugar uma palavra às diferentes pessoas que passaram pela nossa equipa, a Rosário, a Leonor, o Bruno, a Filipa. Mas também aquelas que hoje levam para a frente o projecto e sem as quais nada seria possível, a Ana Sá da Costa que nos torna visíveis, com os seus vídeos incríveis e a sua mestria na gestão e produção de conteúdos e a Sara Lopes que torna tudo possível com o seu rigor, disponibilidade e alegria junto de participantes, oradores e parceiros.

Em segundo lugar uma palavra aos nossos parceiros, começando pela Câmara Municipal de Cascais, que torna diariamente este projecto melhor, pela Nova SBE que nos enriquece com conhecimento, à Randstad que nos ajuda a encontrar soluções para os nossos participantes, à Way Beyond que torna o nosso momento de desconstrução um tempo de aprendizagem para os participantes, ao Lourenço e ao Sushi at Home, à Despomar, à IC Power, à Soul of Pi, ao Duarte Burnay, ao João Esteves e ao Francisco Preto.

E por fim aqueles que começaram este projecto connosco e que são também uma inspiração para irmos mais longe todos os dias, apesar de alguns terem seguido o seu caminho. A Beatriz, a Raquel, a Paula, a Marta, a Elsa, a Madalena, ao João e ao António Miguel.

A todos o nosso profundo agradecimento.

António Pedro de Sá Leal

Lifedreamer

Lisboa, 5 de abril de 2020

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn

Disclaimer

© Copyright 2020
Associação Surf Social Wave

  • LinkedIn ASSW
  • Facebook ASSW
  • Instagram