Desafios do Marketing e o aumento do e-Commerce


Pedro Soeiros Dias é diretor de marketing da Despomar (empresa responsável pela marca icónica Billabong em Portugal) e em entrevista à Associação Surf Social Wave, na sequência da sua participação como formador no Programa Cascais Surf para a Empregabilidade, falou sobre e-commerce, hábitos de consumo e os desafios atuais que as marcas enfrentam para se posicionaram junto dos consumidores.

Esta é a 6ª vez que participa no Programa Cascais Surf para a Empregabilidade, onde disponibiliza o seu tempo para ensinar os participantes sobre Marketing.

O Pedro tem 41 anos, 4 filhos e vive na Ericeira. A família, a religião e a paixão pela profissão são os seus pilares. É skater e faz longboard mas acredita que a sua capacidade de gerar valor na indústria dos boardsports está na dedicação e no profissionalismo.


ASSW: Quais foram os desafios da pandemia para o Marketing?


Pedro S. Dias: Para o Marketing, as dificuldades perante a pandemia, não se prenderam tanto com as ferramentas ou de que forma tática poderíamos continuar a chegar ao consumidor. Felizmente, ao dia de hoje, vamos tendo ferramentas ao nosso dispor que nos dão o alcance e a possibilidade de continuar, de forma muito presente e bilateral, a falar com o consumidor. O que é fantástico e que já fazíamos.

Mas as grandes dificuldades prenderam-se sobre o que o consumidor estava à espera ou qual era a pertinência que existiria numa mensagem comercial.

Ou seja, será que faz sentido ser muito agressivo? Será que faz sentido falar de preço? Será que faz sentido falar de muita inovação? Ou ir ao encontro do consumidor com algo muito novo quando este está a debater-se com dificuldades sociais e de saúde bastante óbvias? Isto são as maiores questões que fazem com que tenhamos de estar muito atentos e perceber se o consumidor está disponível para receber essas mensagens ou não. Houve muitos casos de negatividade no primeiro confinamento, não tanto em Portugal, mas noutros países, houve uma diminuição da perceção positiva junto das marcas porque continuaram muito agressivas na forma como atuaram. Acharam que continuava a fazer sentido dar mensagens muito comerciais quando as pessoas se debatiam com dificuldades.


ASSW: Achas que o consumidor mudou com a pandemia?


Pedro S. Dias: Acho que o consumidor não mudou assim tanto. Há esta ideia de que a pandemia possa estar a definir traços sociais distintos, mas não tenho essa opinião.

Pegando no primeiro desconfinamento, pareceu-me bastante claro que as pessoas continuam com a mesma apetência ao consumo que tinham antes, dependendo do que estão a viver.

Naturalmente há pessoas a passar dificuldades e que, portanto, nem se verifica essa agressividade comercial e essa necessidade óbvia.

Já está escrito e já se está a analisar isto. Quando começarmos agora a desconfinar devagar, as pessoas vão voltar a ter a necessidade de visitar lojas e consumir, o que faz todo o sentido, não é algo negativo, é algo que está dentro de nós.

Portugal é, por exemplo, um dos países onde o ambiente comercial de shopping tem maior relevância e isso diz muito sobre a forma como nós nos expomos, só temos que assumir que assim o somos de forma social.

Acredito que, desta forma, não há uma grande diferença.

A diferença prende-se com um canal que, entretanto, explodiu. Portugal estava muito atrasado no consumo eletrónico, o e-commerce, e com a pandemia acelerou esta descoberta.

Mas era algo em que estávamos atrasados, ou seja, não é que o e-commerce não existisse em Portugal, não fosse bom ou os serviços não fossem fantásticos. Simplesmente do lado do consumidor, este percebeu que, de facto, existe, que tem uma proposta fantástica e muito em paralelo com a experiência que pode adquirir numa loja física. Essas foram as maiores diferenças no consumidor.

Foto de grupo durante a sessão de Marketing com Pedro Soeiro Dias. A 8ª Edição do Programa Cascais Surf para a Empregabilidade decorreu online devido as restrições da pandemia, em 2021.


ASSW: O que te inspira?


Pedro S. Dias: Há imensas coisas que me inspiram, mas a minha família tem uma dimensão muito relevante na minha vida e, portanto, mesmo numa ligação com a minha profissão, que é algo muito importante para mim, acredito que muito da minha forma de estar, de ser e de me expor, tenha aprendido com este crescimento que temos em família, numa família grande.

É uma desconstrução e acredito que me torna todos os dias uma pessoa que vai ao encontro de outra coisa que não era até há uns anos atrás. Isto é uma grande inspiração e motivação, não apenas a nível pessoal, mas, acima de tudo, como profissional. A nossa postura, a nossa ética, a nossa moral, também vem muito daquilo que temos, do que acreditamos, do que temos e cada vez mais acho que estou a ir no caminho certo.

Depois tenho uma paixão pela minha profissão gigantesca e que me faz lutar muito por ela e tentar manter-me atual todos os dias. Ser capaz de criar valor é uma coisa muito importante para mim.

Por último tenho uma dimensão espiritual muito relevante. Sou católico fervoroso e, portanto, também dentro da minha moral tem um peso.

Esta trilogia é o que me inspira basicamente.


Pedro Soeiro Dias dar uma sessão sobre Marketing na 4ª Edição do Programa Cascais Surf para a Empregabilidade, em 2019



ASSW: Costumas apresentar essa trilogia logo no início das tuas sessões do Programa. Porquê?


Para mim, partilhar conhecimento é uma atitude de humildade, tem de ser. Se assim não for, a mensagem que posteriormente vou acabar por passar não será tão bem recebida. Porque há uma cisão, uma distância enorme e quanto mais me conseguir expor de forma aberta e clara aos meus interlocutores, tenho a certeza de que a mensagem posterior será mais interessante para eles e será mais bem recebida.

Basicamente o que estou a fazer é abrir os braços e dizer, de uma forma muito exprimida, esta é a pessoa que aqui está à vossa frente.



Linkedin de Pedro Soeiro Dias: https://www.linkedin.com/in/pedrosoeirodias/

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn

Disclaimer

© Copyright 2020
Associação Surf Social Wave

  • LinkedIn ASSW
  • Facebook ASSW
  • Instagram