Parar, olhar, refletir e desconstruir

Parar, olhar, refletir, desconstruir uma ideia e perceber os seus porquês, para depois aprender a construir um projeto. São os objetivos da primeira fase deste processo de desenvolvimento pessoal e profissional. Neste primeiro momento os 10 participantes são conduzidos por sessões de diferentes naturezas, a olharem para si próprios, a identificarem os seus desafios, qualidades e a traçaram um propósito do ponto de vista profissional. Este propósito, seja encontrar emprego ou desenvolver o seu próprio negócio, torna-se os seus temas individuais de trabalho das próximas semanas do Programa Cascais Surf para a Empregabilidade.


Durante a primeira semana, os participantes foram conduzidos pela Teresa Cumbre, coach na Way Beyond, em sessões de coaching de grupo. A ferramenta base foi a partilha e troca de experiências, O programa assenta nesta perspetiva de que a partilha é a base da aprendizagem. Nesse sentido, outros profissionais e personalidades inspiradoras são convidadas a partilhar as suas historias de vida como o Rui Pedro ( empresário e empreendedor), a Filipa Costa e Moura (Communication Project Manager of Red Bull Cliff Diving World Series ) e o Miguel Arrobas ( nadador de águas livres, antigo atleta olímpico e hoje jurista e politico).

A par disto, Yoga e Crossfit, fazem parte do horário. Corpo são e mente sã, porque a probabilidade de sermos mais bem-sucedidos profissionalmente aumenta se estivermos no nosso melhor.

Todo este conjunto de atividades, desde as palestras inspiracionais, às sessões de treino e ao coaching ajudam a desconstruir barreiras, os "porquês" , e olhar com realismo para os seus objetivos e o que eles implicam e a visionar um traçar um caminho. "Definir o que queremos fazer nem sempre é fácil. Muitas vezes temos uma ideia do que queremos. Mas ela não corresponde ao que na realidade é" refere António Pedro, mentor do projeto.


Este é um dos pontos que a participante Joana Mello realçou no depoimento que deu à Associação Surf Social Wave.

(...) é uma coisa que nós, de vez em quando, temos muitas ideias no papel, e queremos, sem dúvida, pôr em ação. Mas nós nunca desconstruímos a nossa ideia. Nós nunca deitamos a nossa ideia a abaixo. E o projeto faz-nos fazer isso, deitar a ideia abaixo e ir buscar os porquês das coisas"




Posts Em Destaque
Posts Recentes